Notícias para circular

28/03/2022

Vencedores do 2º Prêmio Por Um Mundo Sem Lixo

A Economia Circular está no radar dos jovens pesquisadores brasileiros! Nesta segunda edição do Prêmio Por Um Mundo Sem Lixo, realizado pelo Movimento Circular em parceria com a FEBRACE (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia), foram identificados 72 projetos, entre os finalistas da feira, que abordam de alguma forma a temática da circularidade nas suas soluções. Os três melhores trabalhos são de escolas do Rio Grande do Sul, Pernambuco e Rio Grande do Norte, além de menção honrosa para uma estudante do Rio de Janeiro.

Para a premiação, o Movimento Circular identifica, entre os finalistas da atual edição da Febrace, os projetos que dialogam diretamente com os princípios da Economia Circular. Cada um deles é avaliado sob os critérios de relevância para a comunidade local, adequação ao tema, originalidade, inovação, poder de transformação do território e viabilidade de implementação. Os projetos premiados ganham um curso sobre Economia Circular, além de uma mentoria com especialistas para o 1º colocado.

A parceria une a vocação educativa do Movimento Circular ao potencial criativo da maior feira brasileira pré-universitária de Ciências e Engenharia e tem destacado o interesse dos estudantes em criar soluções para um mundo mais circular. "Os princípios da circularidade estão presentes em um percentual relevante dos trabalhos finalistas da FEBRACE. Esse ano, inclusive, o projeto classificado em primeiro lugar faz menção direta à Economia Circular, mostrando que os estudantes têm considerado o tema como pauta dos seus estudos”, avalia Vinicius Saraceni, Coordenador do Movimento Circular.

“Em todos os projetos avaliados, chama atenção a criatividade e a visão de futuro dos estudantes. Seu pensamento científico e, acima de tudo, a preocupação em criar soluções para problemas do mundo real considerando os preceitos da economia circular. Isso mostra a relevância e o potencial do tema para a educação”, destaca o professor Dr. Edson Grandisoli, avaliador dos projetos finalistas e coordenador educacional do Movimento Circular.

Conheça os vencedores do 2º Prêmio Por Um Mundo Sem Lixo

1º LUGAR:

Prêmio: Curso Economia Circular + Mentoria

Projeto: ECO-SOCIUS: O COMPORTAMENTO DOS JOVENS DO LITORAL NORTE GAÚCHO NA ECONOMIA CIRCULAR

Autoria: Victórya Leal Altmayer Silva

Orientação: Flávia Twardowski

Instituição: IFRS - Campus Osório (RS)

2º LUGAR:

Prêmio: Curso Economia Circular

Projeto: A MAMONA COMO FONTE PARA A PRODUÇÃO DE RECIPIENTES DESCARTÁVEIS

Autoria: Letícia Anielly Rodrigues do Nascimento, Sofia Lara Ramos de Melo

Orientação: João Paulo da Silva

Instituição: Colégio Adventista de Caruaru (PE)

3º LUGAR:

Prêmio: Curso Economia Circular

Projeto: SEEBECK - GERADORES TERMOELÉTRICOS AUTOSSUSTENTÁVEIS: CRIANDO UMA NOVA CATEGORIA PARA GERAÇÃO DE ENERGIA LIMPA E SUSTENTÁVEL

Autoria: Gabriel Felipe Mendes de Brito e González, Elton Henrique Santos de Oliveira.

Orientação: Josinaldo Pereira de Araújo, Smith de Oliveira Torres

Instituição: SESI - Escola São Gonçalo do Amarante (RN)

MENÇÃO HONROSA - Reconhecendo o caráter educativo para Economia Circular no projeto

Prêmio: Curso Economia Circular

Projeto: POLUIÇÃO E SUSTENTABILIDADE NA PRAIA DE COPACABANA

Autoria: Leonarda de Oliveira Nogueira

Orientação: Fábio Pizotti, Jéssica Oliveira Barreto da Silva

O que é a Febrace

A Feira Brasileira de Ciências e Engenharia é uma grande mostra de projetos científicos e tecnológicos, realizada desde 2003, na Universidade de São Paulo (USP), que reúne estudantes de todo o Brasil. Seu objetivo é destacar talentos em ciências e engenharia e estimular a cultura científica, o saber investigativo, a inovação e o empreendedorismo em jovens e educadores da educação básica e técnica.

O QUE É ECONOMIA CIRCULAR?

A Economia Circular propõe um novo olhar para nossa forma de produzir, consumir e descartar, a fim de otimizarmos os recursos do planeta e gerar cada vez menos resíduos. Ou seja, um modelo alternativo ao da Economia Linear - extrair, produzir, usar e descartar - que tem se provado cada vez mais insustentável ao longo da história. Na Economia Circular, a meta é manter os materiais por mais tempo em circulação por meio do reaproveitamento, até que nada vire lixo! Para que esse modelo se torne uma realidade, todos nós temos um papel a desempenhar. É um verdadeiro círculo colaborativo, que alimenta a si mesmo, e ajuda a regenerar o planeta e nossas relações.