Notícias para circular

18/03/2022

Segunda edição do Prêmio Por Um Mundo Sem Lixo

Pelo segundo ano consecutivo, o Movimento Circular, em parceria com a Febrace (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia), promove o Prêmio Por Um Mundo Sem Lixo. Uma forma de reconhecer e incentivar os trabalhos de iniciação científica finalistas na feira, que dialoguem com os preceitos da Economia Circular.

Serão reconhecidos os três melhores trabalhos, cujas propostas tragam alternativas como a redução de resíduos e do uso de recursos naturais, mudanças de comportamento no consumo, o uso de fontes alternativas de energia e a colaboração entre diferentes atores na sociedade na busca pela regeneração do planeta e suas relações, por exemplo. Propostas para um novo e melhor jeito do mundo funcionar, através da Economia Circular. Os trabalhos também precisam ter relevância para realidade local, originalidade, inovação e viabilidade para a execução.

Os integrantes dos três projetos finalistas ganharão um curso sobre Economia Circular e certificado de premiação. O 1º colocado também vai receber uma mentoria com o Professor Edson Grandisoli, Coordenador Pedagógico e Embaixador Educacional do Movimento Circular, para o desenvolvimento do seu projeto. Edson é Pós-doutor pelo Programa Cidades Globais do Instituto de Estudos Avançados da USP (IEA-USP), Doutor em Educação para a Sustentabilidade pelo Programa de Ciência Ambiental da USP (PROCAM-USP), Bacharel e licenciado em Ciências Biológicas, mestre em Ecologia de Ecossistemas Terrestres e Aquáticos pela USP, Consultor e Palestrante em Educação e Sustentabilidade.

O QUE É ECONOMIA CIRCULAR?

A Economia Circular propõe um novo olhar para nossa forma de produzir, consumir e descartar, a fim de otimizarmos os recursos do planeta e gerar cada vez menos resíduos. Ou seja, um modelo alternativo ao da Economia Linear - extrair, produzir, usar e descartar - que tem se provado cada vez mais insustentável ao longo da história. Na Economia Circular, a meta é manter os materiais por mais tempo em circulação por meio do reaproveitamento, até que nada vire lixo! Para que esse modelo se torne uma realidade, todos nós temos um papel a desempenhar. É um verdadeiro círculo colaborativo, que alimenta a si mesmo, e ajuda a regenerar o planeta e nossas relações.