Carregando...

Notícias para circular

videoThumb

07/12/2022

O poder da Educação na Economia Circular

Uma iniciativa de Economia Circular que leva estudantes para viagens pedagógicas com metade dos custos garantidos pela venda de materiais recicláveis. Esse é o RecycleWays, projeto de alunos da Escola Técnica Estadual (Etec) de Francisco Morato, na Grande São Paulo, que foi o vencedor do Desafio Circular São Paulo 2022.

Desde 2015, o RecycleWays mobiliza estudantes, professores e comunidade para a reciclagem de resíduos como óleo de cozinha, metal, plástico e lixo eletrônico. Experiência que foi contada pelo grupo no vídeo que conquistou a premiação máxima do Desafio.

O projeto foi escolhido após quase três meses de Desafio Circular; evento organizado pelo Movimento Circular, em parceria com a Dow e Coopercaps, e apoio do Centro Paula Souza e governo de São Paulo, para conectar a agenda circular às escolas do estado.

Vem conhecer a história dessa iniciativa vencedora!

De Francisco Morato (SP) para o mundo


Tudo começou em 2015, quando a escola percebeu a dificuldade de muitos estudantes do curso de administração para custear uma visita técnica ao Porto de Santos, parte do programa da disciplina de logística.

A abordagem de sustentabilidade dessa disciplina gerou o primeiro insight para resolver o problema: arrecadar recursos através da logística reversa. É o que conta o orientador do RecycleWays, Wagner Vieira, coordenador do curso.

“Depois de um brainstorming, decidimos retomar o objetivo da visita com o pagamento sendo feito com a venda de óleo de cozinha usado. Fizemos então um projeto em que esse resíduo seria arrecadado e vendido, e o resultado desse processo custearia a viagem”.

A comunidade de Francisco Morato abraçou a causa. Moradores doaram os resíduos e as empresas compraram os recicláveis. Assim o projeto foi crescendo e mais de 500 estudantes já puderam visitar outros lugares e conhecer a prática profissional da reciclagem de resíduos.

RecycleWays-viagem.jpeg

O ano de 2019, por exemplo, foi um marco. Foi quando a iniciativa de Economia Circular ganhou o nome de RecycleWays e levou 42 alunos e sete professores a Foz do Iguaçu (PR), Argentina e ao Paraguai. Mais da metade dos custos foram pagos com a venda de recicláveis. “Os alunos se empenharam por seis meses (...). Foi a experiência mais ousada da minha trajetória profissional”, lembra Vieira.

No início deste mês, outra viagem foi realizada para os dois países por uma comitiva de 54 pessoas, entre estudantes e educadores. Apenas este ano, o projeto arrecadou R$ 67 mil, sendo R$35 mil fruto da venda dos materiais reciclados.

Segundo os alunos, este ano o RecycleWays ganhou versão 2.0, que inclui um novo e maior espaço para a seleção e separação dos reciclados e uma quantidade maior de materiais. Para eles, a meta do projeto está alcançada; os participantes saem transformados da experiência e prontos para transformar o mundo através da Economia Circular.

“Os estudantes do RecycleWays fazem exatamente o que está na essência da proposta que o Movimento Circular quer levar para o mundo, que é educar sobre Economia Circular para conseguir transformar a realidade. Eles mostram o quanto a educação para a Economia Circular pode gerar transformações significativas, quando há engajamento de toda a comunidade”, diz Vinicius Saraceni, coordenador do Movimento Circular.

E agora com a premiação?


O grupo RecycleWays vai ganhar mentoria para aprimorar a ideia, visita ao Pack Studios da Dow (centro de inovação e tecnologia), em Jundiaí (SP) e terá seu material transformado em um vídeo case, com publicação em todos os canais do Movimento Circular. Inspiração de sobra e mais divulgação para fazer essa ideia ganhar o mundo!

O Movimento Circular e o planeta agradecem


Conheça os demais projetos finalistas do Desafio (clique nos links para saber mais):

Collect , equipe da Etec Jorge Street, de São Caetano do Sul, orientada pelo professor Ademir Joaquim Telles. (2º lugar).

Do Lixo para a Estante (3º lugar), Ciclo Sustentável (4º lugar), Papel Amigo (5º lugar), . todos da Etec Professor Jadyr Salles, de Porto Ferreira, orientados pela professora Maria Salete Zufelato Vencel.

O concurso recebeu inscrições de projetos de várias cidades do litoral, interior e região metropolitana, entre elas Francisco Morato, Porto Ferreira, Hortolândia, São José do Rio Pardo, Ibiúna, Guarujá, São José dos Campos, Iguape, Monte Aprazível, São Paulo, São Bernardo do Campo, Cubatão e São Caetano do Sul. O programa terá novas edições.

O que é Economia Circular?

A Economia Circular propõe um novo olhar para nossa forma de produzir, consumir e descartar, a fim de otimizarmos os recursos do planeta e gerar cada vez menos resíduos. Ou seja, um modelo alternativo ao da Economia Linear - extrair, produzir, usar e descartar - que tem se provado cada vez mais insustentável ao longo da história. Na Economia Circular, a meta é manter os materiais por mais tempo em circulação por meio do reaproveitamento, até que nada vire lixo! Para que esse modelo se torne uma realidade, todos nós temos um papel a desempenhar. É um verdadeiro círculo colaborativo, que alimenta a si mesmo, e ajuda a regenerar o planeta e nossas relações.

Aprenda sobre Economia Circular

Se você tem interesse em conhecer mais sobre esse tema, acesse a Circular Academy, o primeiro curso latino-americano gratuito sobre economia circular voltado ao público geral. Todos nós, em parceria e colaboração, podemos fazer a diferença na construção de um planeta mais circular.


Educação Circular